Bolo de banana adoçado com tâmaras

sábado, 4 de março de 2017

Como você faz para evitar que as castanhas, frutas secas e farinhas fiquem rançosas ou bichadas? As de uso rápido (isto é, que eu consumo em mais ou menos 2 meses), guardo em temperatura ambiente, em potes hermeticamente fechados protegidos de luz e calor.

Mas as farinhas, castanhas e frutinhas que eu uso com menos frequência, essas moram na geladeira. "E tem tanto espaço assim na sua geladeira?". Infelizmente não. Fica tudo imprensado no fundão.

Claro que, de vez em quando, eu descubro alguém que ficou para trás (literalmente) e acabou esquecido. Foi o caso de um pacote de tâmaras intocado. Quando eu o encontrei, estava à beira de vencer.

Fucei a internetz e encontrei uma receita que usaria todo o pacote (eba). Bolo de banana, que eu quase nem gosto. O problema é que a receita tinha uma pegada mais 'natureba' - tinha farinha integral e sementes e era adoçada apenas com frutas e xarope de bordo. Alice e o pai não comeriam nem amarrados. Gabriel provavelmente se juntaria a eles e torceria o nariz.

Preparei a receita numa manhã de domingo e levei para o lanche da tarde na casa da minha mãe. Tirando quem eu já sabia que não gostaria, o bolo foi um sucesso! Todos nós adoramos. Gabriel chegou a repetir. 2 vezes. #todascomemora 

É um bolo muito úmido e perfumado, e não há quem diga que não leva açúcar. Da próxima vez que eu o preparar, quero decorá-lo com fatias ou rodelas de banana por cima, pinceladas com xarope de bordo. Eu gosto de bolos bem 'bananudos' e achei que o sabor da banana ficou um tanto discreto.

Bolo de banana adoçado com tâmaras
Receita adaptada daqui

Ingredientes:

1 xícara de farinha de trigo integral
1/2 xícara de farinha de trigo comum
2 colheres (chá) de fermento em pó
1 colher (chá) de canela em pó
3/4 de colher (chá) de bicarbonato de sódio
1/4 de colher (chá) de sal
2 ovos grandes
1 xícara de bananas maduras amassadas (2 a 4 bananas, dependendo do tamanho - amasse-as e vá juntando em na xícara medidora até enchê-la)
1 xícara de tâmaras sem caroço, grosseiramente picadas
1/2 xícara de óleo de canola
1/4 de xícara de xarope de bordo 100%*
2 colheres (chá) de extrato de baunilha
3/4 de xícara de sementes de girassol sem casca*

Modo de preparo:

Ligue o forno a 180ºC. Unte e enfarinhe uma forma média de bolo inglês (eu usei duas formas descartáveis de tamanho diferente - equivalentes a uma média e uma pequena). Ferva 1 xícara de água filtrada, despeje em uma tigelinha e coloque as tâmaras de molho por uns 15 minutos, caso estejam ressecadas.

Em uma tigela grande, misture as farinhas, o fermento, a canela, o bicarbonato e o sal com um fouet. Reserve.

Depois de escorrer as tâmaras, coloque-as no copo do liquidificador junto com os ovos, o óleo, a banana, a baunilha e o xarope de bordo. Pulse até que as tâmaras fiquem trituradas, mas em pedaços visíveis.

Derrame o conteúdo do copo do liquidificador sobre os ingredientes secos e misture com uma espátula de silicone até ficar tudo bem combinado. Adicione 1/2 xícara de sementes de girassol e envolva com a espátula.

Despeje a massa na(s) assadeira(s) preparada(s), alise a superfície e salpique com o restante das sementes de girassol.

Leve ao forno até que o bolo fique bem bronzeado e forme uma bela 'corcova' no centro (desculpe, não encontrei expressão melhor). No teste do palito, ainda haverá migalhas úmidas - são elas o que queremos. Algo entre 48-55 minutos.

Retire o bolo do forno e deixe esfriar em uma grade por 15 minutos, se tiver intenção de desenformá-lo. Sirva em temperatura ambiente.

Observação final:

* Desculpe, não consegui fazer uma foto decente sequer da fatia do bolo. Mas ela fica bem úmida, escura e fofinha.

* Usei xarope de bordo porque tinha uma garrafa velhinha na geladeira. Mas, se não tiver em casa, pode usar a mesma quantidade de mel de sabor suave ou, mesmo, melado de cana.

* Usei sementes de girassol, mas a receita original usava nozes, que eu não curto tanto. Use as sementes e/ou castanhas que mais gostar. Eu pretendo usar castanha-do-pará numa próxima vez.

Um comentário:

Clara Brito disse...

Que bolo delicioso.

Beijinhos,
Clarinha
http://receitasetruquesdaclarinha.blogspot.pt/2017/03/fetucine-de-cogumelos-e-linguica.html

Printfriendly